Guajeru: Vereadores vêm indícios de irregularidade na gestão do ex-presidente Loza e pedem instauração de processo administrativo na Câmara

Câmara aprova requerimento para que seja instaurado processo administrativo para apurar a aplicação de recursos entre os anos de 2009 e 2012 sob a presidência do vereador Loza.

Na sessão da última terça-feira (22) a Câmara de Vereadores de Guajeru aprovou o requerimento para abertura de processo administrativo protocolado pelos vereadores Nilson Mesquita, Manoel Partes e Ney Costa que tem como objetivo apurar a aplicação de recursos públicos do poder legislativo municipal ocorrida entre os anos de 2009 a 2012.

No documento os vereadores requerentes destacam que o pedido se deu em virtude das constatações feitas ao examinarem as pastas contendo as prestações de contas relativas ao período citado quando a Câmara Municipal de Vereadores era presidida pelo Sr. Irmo Gomes dos Santos (PP), o Loza. No documento é destacado que: “…os subscritos encontraram indícios de irregularidades em processos de pagamentos relativos principalmente à realização de despesas sem a correspondente prestação de serviço ou fornecimento de insumos para a Câmara de Vereadores. Trata-se portanto de fatos que necessitam de apuração técnica, considerando-se o prazo de prescrição de 05 (cinco) anos para responsabilização de quem ordenou as despesas”, justifica.

Para Nilson Mesquita, um dos vereadores que assinaram o requerimento, o papel do legislativo é também o de fiscalizar, não só no que se refere aos gastos do gestor municipal, como também os recursos destinados para a Câmara de Vereadores. “Estamos construindo um legislativo forte, forte nas ideias e nos debates, e o requerimento é fruto de nossas atribuições enquanto parlamentar. Devemos isso à população”, ressalta Nilson.

O requerimento destaca que, levando-se em consideração que a Câmara de Vereadores, do ponto de vista do Orçamento Público, é unidade executora do Município, e que os recursos empregados foram retirados do erário público municipal, os requerentes pedem o urgente envio das referidas pastas para serem submetidas a auditoria pelo corpo técnico da Prefeitura Municipal de Guajeru, com instauração de processo administrativo para essa finalidade.

Fonte: informecidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *